Como é passar para a 5º dimensão?
01 ago 2018

Como é passar para a 5º dimensão?

A 5º dimensão é

01 ago 2018

A 5º dimensão é uma frequência e está intimamente relacionada a verdade da nossa essência. Esta dimensão corresponde ao chakra laríngeo (centro de troca energética), que é responsável pela expressão da verdade de nossa alma. Atualmente o numero de pessoas que acessam a 5º dimensão vem aumentando, por conta da própria “ascensão” energética do planeta. Porém, conseguir manter ou sustentar essa frequência é o mais desafiador e todos que o fazem trilharam um longo e profundo caminho de autoconhecimento e disciplina.

Para facilitar o entendimento de todos os que estiverem realmente dispostos a percorrer esta senda, a primeira coisa que vos digo é que é preciso honrar e aceitar todas as dimensões anteriores. Em outras, palavras você precisa compreender que tudo faz parte do aprendizado e também da estrutura da evolução humana. Portanto, é preciso cuidar e amar os seus centros “inferiores”, assim como se estruturar na 3º dimensão que está relacionada ao ego ou personalidade construída nesta existência.

Como eu sempre venho falando, o ego não é malvado nem deve ser extinto (como muitos pregam por aí), apenas precisa ser desinflado para que possa servir de instrumento realizador da essência. Uma pessoa com o ego forte (bem organizado), e consciente do seu objetivo final, é capaz de ouvir a própria alma e se utilizar do aspecto ego para realizar e manifestar todo o seu potencial divino, realizando seus objetivos na matéria.

É bem comum e até compreensível, mas a maioria das pessoas que se dizem espiritualistas acreditam que são tão evoluídas que pensam e afirmam não ter mais ego. No entanto, essa é mais uma ilusão ou armadilha de seu próprio ego, que por medo de morrer, ou seja, por autopreservação, age sorrateiramente criando o que em Psicologia Transpessoal chamamos de “ego espiritual”; a pessoa inconscientemente apenas transferiu sua personalidade enrijecida para algo que aparentemente lhe oferece algum conforto emocional.

O maior perigo deste tipo de ego é porque quando a pessoa pensa que ele não existe mais é justamente quando ele se torna mais poderoso e até mesmo tirano. Muitas vezes a pessoa se torna refém de si mesma com delírios de grandeza, máscaras espirituais, arrogância, sentimentos de superioridade e rejeição a todos que se comportarem de forma diferente do que ela acredita ser correta ou espiritual, existem casos ainda de pessoas que surtaram por negarem completamente a realidade física e passaram a negligenciar seus corpos e necessidades básicas de sobrevivência, trabalho e relacionamentos.

Já vi muitas pessoas com um potencial belíssimo se perderem neste emaranhado e nunca mais conseguirem retornar. Eu acho isso bem triste e preocupante e por isso deixo bem claro que não estou aqui para julgar ninguém, afinal eu mesma já passei por isso, mas felizmente consegui retirar alguns véus que encobriam minha verdadeira visão. Sendo assim minha missão aqui é alertá-los, pois não acredito que o fato de você está lendo este artigo seja algo aleatório.

Hoje estou aqui pra te contar que tudo o que vivenciei no caminho espiritual foi de extrema importância, inclusive sou grata a meu querido ego espiritual que me foi necessário por um tempo, mas que hoje está mais à serviço da minha essência. Entretanto, como eu também estou evoluindo, sei que preciso estar sempre atenta para não me auto ludibriar novamente. Transcender o ego seja ele “comum” ou “espiritual”, é o que fazemos quando tomamos consciência de quem somos e podemos passar para 5º dimensão ou para o nível transpessoal (além do eu). E naturalmente tudo o que criamos artificialmente como uma carapaça egóica começa a se desfazer, a ruir ou se diluir, dando lugar a um ego mais congruente com nosso Self (eu verdadeiro na linguagem Junguiana).

Depois de atravessar este portal, é como se você se reiniciasse, como num rito de passagem; não é algo que eu consiga transmitir em palavras, até porque eu mesma estou vivenciando esta passagem. Então, neste momento eu percebo que posso ser eu mesma, sem precisar provar nada pra ninguém. Que não preciso bancar a boa samaritana para que as pessoas me admirem, porque agora sei quem sou. Que não preciso fazer isso ou deixar de fazer aquilo para que me amem. Pois uma vez que estamos na essência a moralidade, as normas e as leis da 3º dimensão são dissolvidas e substituídas por um sentimento genuíno de ética para com você mesmo e para com todos os seres.

Então nesta fase, eu vou me aceitando inteiramente, sem julgamentos e cobranças; mesmo se as vezes escorrego para dimensões mais baixas, mesmo quando eu sinto medo, preguiça, raiva e tristeza profunda, eu simplesmente me amo incondicionalmente, e é este amor que me nutri, me apoia e me faz subir novamente para a luz, sem tanto esforço ou sofrimento como antes.

E assim, eu retorno ao fluxo natural e espontâneo da 5º dimensão. E neste lugar eu simplesmente confio, solto, entrego, sou e realizo o que minha alma veio fazer aqui, porque sei que não importa quantos desafios ainda virão, eu sempre me darei a mão e ascenderei novamente.

Aqui, tudo é mais verdadeiro, harmônico, integrado e amoroso, mas principalmente aqui encontramos um sentido maior para nós mesmos e para a vida.

Você está pronto para fazer a travessia? Não é tarefa fácil, mas vale muito a pena…

Tatiana M. Galvão

 

 

 

 

 

 

Deixar um comentário
Mais Posts
Comentários
Comentário