A beleza da Fêmea
10 mar 2017

A beleza da Fêmea

Para minhas estimadas irmãs

10 mar 2017

Para minhas estimadas irmãs e também para os homens que sabem amá-las.

Que você aprenda a discernir o que deveras alimenta a tua alma.
Que você aprenda que teu sangue lunar não é impuro e sim é seu sagrado.
Que teu leite jorre para nutrir os que tem fome, pelo tempo que sentires necessário.
Que saibas que teu útero é seu cálice e que tua boca contém o néctar das mais doces palavras.

Que teu peito transborde amor para todas as suas moléculas,
E que teu corpo aqueça os desnutridos de afeto.
Que tuas pétalas se abram como os lírios do campo mais próspero,
E que o perfume do teu âmago exale a mais pura essência.
Que você compreenda que o masculino nunca foi, nem será seu rival, e sim o seu complemento divino.
Que teu sorriso traga à luz assim como os primeiros raios da aurora,
E que teus momentos de recolhimento sejam tão intuitivos quanto a própria esfera celeste de cor argentum.
Que teus cabelos sejam levados pelos sete ventos enquanto cavalga no seu indomável corcel.
Que você goze ao descobrir que após queimar, de tuas cinzas é possível renascer…
E que acima de tudo, você descubra que há uma Deusa dentro de você.

Com todas as minhas fêmeas interiores,

Tatiana M. Galvão

Deixar um comentário
Mais Posts
Comentários
Comentário